Mariópolis, PR °min °max

NOTA DE REPÚDIO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MARIÓPOLIS

Sirvo-me da presente, na qualidade de Diretora do Departamento de Educação manifestar REPÚDIO em relação às afirmações feitas pelo Vereador Dejair de Paula Ferreira em sua rede social, com o perfil de VEREADOR FERREIRA, no sentido de que a FUNDAÇÃO FONTANA VAI FECHAR!
Evidencio que a FUNDAÇÃO FONTANA deixou de existir ainda em 2006. Com a LEI nº 10/2006, ficou criado o Centro Municipal de Formação e Educação em Tempo Integral CMFETI.
Adiante, podemos ler o que nos diz os ART 2º e 7º da mesma lei e observar que tais afirmações não se coadunam com a verdade, mostrando apenas amplo desconhecimento a respeito do assunto, uma vez que NÃO FECHARÁ O CMFETI. Apenas estaremos atendendo de forma diferente do que sempre ocorreu. Será oferecido sim, projetos de língua portuguesa e matemática junto com as demais oficinas oferecidas pelo Departamento de Assistência Social.
Aproveito para ressaltar que teremos disponibilidade para atender 90 crianças, devido às normas do protocolo de biossegurança desenvolvido para evitar e conter a propagação da COVID-19. A prioridade de atendimento neste momento, serão às crianças que compõe a lista de vulnerabilidade social em nosso município, o que não está em desacordo com a LEI.
Art. 2° – É instituído o Centro Municipal de Formação e Educação em Tempo Integral para o ensino fundamental, com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino regular na rede pública e diminuir as desigualdades sociais, oferecendo atividades extracurriculares (culturais, artesanais, esportivas, ambientais, de formação social e recreativas), oportunizar aos alunos o ingresso no mercado de trabalho, redução do número de crianças em risco social, redução de doenças causadas por desnutrição e deficiências alimentares.
Art. 7° – Serão oferecidos, aos alunos matriculados no Ensino Fundamental das Escolas regulares do Município de Mariópolis, em regime de contra turno escolar projetos extracurriculares que venham de encontro com os objetivos estabelecidos para o Centro Municipal de Formação e Educação em Tempo Integral.
Em relação às carteiras da escola Raphael Pocai, foram retiradas do Departamento e levadas para o CMFETI, pois não poderíamos atender os alunos com o tipo de mesas existentes naquele local, o que impossibilitaria seguir as regras para distanciamento social. As mesmas seguem sendo utilizadas para fins educacionais, já que neste momento não ofertaremos cursos na Escola Técnica.
Os computadores citados como retirados da Agência do Trabalhador, fazem parte do Programa Espaço Cidadão – Telecentros que tem por objetivo oferecer inclusão digital a diversas comunidades do Estado por meio da disseminação do acesso público à internet e uso de correios eletrônicos. Os mesmos foram retirados do local e levados para o CMFETI devido a necessidade e urgência do Departamento de Saúde montar um almoxarifado naquele espaço. Informo que os computadores estão guardados no CMFETI, porém não podem ser utilizados pelos alunos nesse momento de pandemia devido às normas para higienização e sanitização dos mesmos.
Concluí se, portando, que a postagem do Vereador Ferreira, tem única e exclusiva intenção de denegrir a imagem desta administração, com afirmações inverídicas, tentando polemizar algo que é de simples compreensão.
Assim sendo, repudio o comentário exposto em redes sociais pelo vereador e alerto, que todas as medidas judiciais serão adotadas, frente à afirmação por ele postada, pois, vivemos em um país democrático, onde todos somos livres e temos direito a expressão, entretanto, somos responsáveis por aquilo que expressamos e, sobretudo, meu direito termina, quando começa o do outro.
Desta forma, informo, que o Departamento de Educação está de portas abertas a todos os cidadãos que desejarem maiores esclarecimentos.
SAMIRA DAL´SANT
DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO