Conheça a história da Tradicional Festa da Uva de Mariópolis.

Mariópolis, PR °min °max

Nas diversas modalidades de eventos, a articulação entre os atores:  poder público, iniciativa privada, comunidade local e turistas, a inovação dos atrativos e o sucesso das festas turísticas é fundamental para a gestão organizacional. Essa gestão democrática e participativa constitui modelo de cooperação e de governança entre atores representativos na realização de festas temáticas.

O modelo de gestão do evento e suas contribuições também são importantes para o desenvolvimento do turismo rural. Esses aspectos podem ser constatados na programação permanente (concurso da rainha, exposição da indústria e comércio, agropecuários, shows nacionais, gastronomia aliada ao prato típico da Ovelha Enfarinhada, rodeios e outros atrativos),

A estratégia de gestão busca inovar as atrações vitivinícolas da Festa da Uva de Mariópolis, proporcionando atrativos nas propriedades rurais mostrando suas potencialidades com pequenas vinícolas perfazendo assim O Caminho da Uva.

Com o crescimento e evolução ao longo dos anos da “FESTA da UVA”, MARIÓPOLIS-PR é considerada a “TERRA da UVA” e com sua  popularização vem alcançando público expressivo do Brasil, especialmente dos três estados do sul. Contextualiza-se assim, o histórico da festividade e sua consolidação como um evento de abrangência nacional, onde a eficácia inovadora da realização do evento é incrementado em sua programação.

  • NATUREZA DA FESTA DA UVA:

A Festa da Uva surgiu através da visão do então Pároco da Igreja São Francisco de Sales, Frei Romildo Cerutti que em visita às comunidades do interior do município de Mariópolis, percebeu uma quantidade razoável de parreiras e o cultivo da uva.

O cultivo de parreiras e o hábito da fabricação de vinhos coloniais chegaram a Mariópolis a partir da década de 40. Este costume aliado ao culto de tradições religiosas foram introduzidas no município através dos colonizadores italianos oriundos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
O potencial produtivo percebido pelo pároco, lhe chamou a atenção e em 1991 agregou à Festa do Padroeiro São Francisco de Sales que é comemorado em 24 de janeiro a comercialização da uva e seus derivados, oportunizando aos produtores venderem seus produtos, seguindo este formato até o ano de 1993.

Ao longo dos anos estes dois fatores foram transformados em um dos maiores eventos do sudoeste do Paraná e em 1991 aconteceu, em conjunto com a Festa do Padroeiro, a primeira edição da Festa da Uva. De acordo com estudos, a festa realizou-se através de incentivos do pároco da Igreja Matriz São Francisco de Sales da época, frei Romildo Cerutti com o apoio do Conselho Paroquial, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Emater, Administração Municipal, Associação Comercial, Camisc e Rotary Club.

Desde sua criação em 1991, a Festa da Uva de Mariópolis (PR) vem mantendo uma evolução positiva, atraindo cada vez mais turistas para a região, tendo como um dos objetivos, melhorar a qualidade das uvas e dos vinhedos mariopolitanos.

A partir do ano de 1994 diante da visibilidade de um grande potencial ao município, a comercialização da uva tornou-se  um evento regional, transformando na Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Sales, uma festa típica, mostrando para os visitantes o espírito cooperativo, as potencialidades, as tradições gastronômicas, a cultura de origem italiana e a beleza da mulher representada pela rainha e princesas eleitas por concurso.

No ano de 2014, a Festa da Uva que já havia tido evolução e acontecia no calçadão central, desde o ano de 2003, passou por inovações e sua realização a partir de então  acontece no Parque de Eventos Arnaldo Weiss, num espaço maior, com novas estruturas para atender os expositores e visitantes. Dali em diante shows nacionais começaram a acontecer e também pela primeira vez um Rodeio Country esteve entre os atrativos.

  • SOBRE OS CONCURSOS DA ESCOLHA DA RAINHA

Já na primeira edição da Festa da Uva em 1991, a qual fora agregada a Festa do Padroeiro São Francisco de Sales, aconteceu o concurso para eleger a 1ª rainha da Festa da Uva. Como se tratava de um evento organizado pelo Conselho de Pastoral da Paróquia, o concurso abriu inscrições para candidatas que representassem as comunidades do interior.

Por vários anos a Paróquia esteve à frente deste concurso, e no decorrer dos anos com a evolução da festa outras entidades mariopolitanas se engajaram na realização tanto da festa como do concurso, citamos: Rotary Club, EMATER, ACEMA, FRUTIMAR e Prefeitura Municipal.

Atualmente o Concurso é realizado pela Prefeitura Municipal, ACEMA e parceiros como Rotary Club.

  • CAMINHOS DA UVA

Desde a década de 1990 se falava entre entidades locais sobre a Rota do Vinho, que compreendia os locais de maior produção de uva com seus imponentes vinhedos. E em 2019, como proposta de Turismo Rural foi criada o Caminhos da Uva, um novo olhar ao potencial turístico, cujo objetivo foi ampliar a programação da festa, fortalecer e inovar como forma de atrativo cultural, mostrando a originalidade de nossos viticultores, descendentes de famílias vindas do Rio Grande do Sul, carregando suas tradições e culturas dos imigrantes italianos.

O Caminhos da Uva compreende as dezenas de km de estradas rurais rodeando as Comunidades de Nossa Senhora do Carmo e São Pedro, muito bem estruturadas, que podem ser percorridas no interior de Mariópolis, oportunizando visitação às propriedades na época da colheita e degustação de uvas e dos produtos coloniais, desfrutando do aroma, dos sabores da uva, adentrando numa área produtiva de mais de 70 hectares, onde são produzidos anualmente mais de 1.200 toneladas.

Desde o ano de 2021, um novo olhar ao Caminhos da Uva está sendo dispensado à partir de projetos de Revitalização da Viticultura, baseado  em quatro eixos: incentivo para a produção, reorganização da comercialização, desenvolvimento do turismo e apoio à agroindústria.

  • QUANDO ACONTECE

Na segunda quinzena do mês de janeiro.

  • FUNÇÕES DA FESTA

Crescer gradativamente a cada ano, integrar a comunidade aos visitantes regionais oportunizando em conjunto as duas festas: da Uva e do Padroeiro com a Feira da Indústria e Comércio a cada 02 anos.

  • RAZÕES

Desenvolver o potencial dos produtores no cultivo de parreirais, oferecendo novas técnicas de manejo para obter a cada ano uva de melhor qualidade, gerando renda  aos pequenos e médios produtores e desenvolvimento para o município, oportunizar comercialização da uva “in natura” aos consumidores locais e regionais

  • PARCERIAS

Desde sua criação, A Festa da Uva gera integração entre as diversas entidades municipais, demonstrando um fato envolvente, um objetivo comum, que proporciona união, confiança, incremento e solidez.

Destacam-se nesta parceria, a participação da Associação Comercial e Empresarial de Mariópolis (ACEMA), Rotary Club, Associação de Fruticultores (FRUTIMAR), Vinícola São Francisco de Sales. IDR (EMATER) e a Paróquia São Francisco de Sales, a grande responsável pela  gastronomia nos dias de festa e atrai numerosos visitantes com seu jantar típico e tradicional da Ovelha Enfarinha.

  • NEGÓCIOS

Num espaço de 134 mil metros quadrados de área, o Parque de Eventos Arnaldo Weiss é o palco de grandes negócios na Festa da Uva, onde toda uma estrutura é montada para oferecer estandes ao comércio local e regional para a Exposição da Indústria e Comércio, automóveis, maquinários agrícolas, praça de alimentação, comercialização da uva in natura, vinho doce e seus derivados.

  • PRODUTORES

Mariópolis possui produção expressiva de uva, reconhecida em nível regional e estadual. A atividade atualmente abrange 70,73 Ha, envolve 54 famílias de fruticultores, que cultivam uvas das variedades Bordô, Niágara Branca e Rosada, entre outras que foram inseridas nos vinhedos como: BRS: Isis, Núbia, Vitória e Vênus gerando renda e ocupação de mão de obra nas propriedades rurais.

A produção anual gira em torno de 1.200 toneladas, abastece a Vinícola  São Francisco de Sales, é comercializado na Festa da Uva, além  da venda direta na propriedade, para toda a região e estados vizinhos.

  • ATRATIVOS

O evento “Festa da Uva” tem com grande atrativo a Uva in natura e o Vinho Doce, ambos tradicionalmente muitos apreciados e comercializados, seguidos dos demais produtos de origem colonial.

São realizados: rodeios country, shows de nacionais e outros, contribuindo na atração de público jovem, contribuindo também na inovação do evento.

E a presença marcante das Soberanas da Festa da Uva, faz o público interagir ainda mais no evento.

  • UMA FESTA DE TRADIÇÕES

Com o passar do tempo, percebe-se quão importante a Festa da Uva tem sido ao município de Mariópolis e a sua gente. Este evento peculiar, simples e agradável, vem se tornando de renome, pois traz inovação,  mas não abre mão de manter as tradições, ou seja continua um evento raiz.

No campo cultural também se mantem ativo, resgatando a colonização municipal, a constante presença do mercado informal, do comércio em barracas, dos adereços na decoração de espaços e até mesmo na  vestimentas das soberanas.

O evento contribui para o desenvolvimento econômico do município, funciona com uma vitrine para os comerciantes que tem oportunidade de montarem seus estandes, demostrarem seus produtos e serviços, realizando negócios no presente e no futuro.

  • SOBERANAS FESTAS DA UVA:

Ano: 1991

Rainha: Rosana Zanella

1ª princesa: Elizete Mascarello

2ª princesa: Zilda Paludo

Ano: 1992

Rainha: Cristina A. Micalski

1ª princesa: Claudete Ferreira

2ª princesa: Márcia Paulichen

Ano: 1993

Rainha: Denize Momo

1ª princesa: Luciane Zanella

2ª princesa: Rosa Maria Borba

Ano: 1994

Rainha: Andréia Scariot

1ª princesa: Claudia Bresolin

2ª princesa: Cleunice Ferreira

Ano: 1995

Rainha: Rosângela Rosa

1ª princesa: Ana Lúcia Rodrigues

2ª princesa: Adriana Zanini

Ano: 1997

Rainha: Ângela Maria Brandelero

1ª princesa: Tânia Malicheski

2ª princesa: Beatriz Câmpara

3ª princesa: Nádia Merlo

Ano: 2001

Rainha: Leandra Galiotto

1ª princesa: Viviane Malicheski

2ª princesa: Ivonete Barbieri

3ª princesa: Adriana Galiotto

Ano: 2003

Rainha: Indianara Viacelli

1ª princesa: Andréia Lima

2ª princesa: Juliana Finger

Ano: 2005

Rainha: Liliane Graskzci

1ª princesa: Luana Viacelli

2ª princesa: Rosana Marcarini

Ano: 2007

Rainha: Vanessa Tormen

1ª princesa: Ana Paula Biondo

2ª princesa: Elaine Graskzci

Ano: 2009

Rainha: Kamile Chiarani

1ª princesa: Fernanda Malicheski

2ª princesa: Gislaine Machado

Ano: 2012

Rainha: Juliana Ferreira da Silva

1ª princesa: Jéssica Maria Dal’Sant

2ª princesa: Jaqueline Zanuz Pellin

Ano: 2014

Rainha: Jocileli Biondo

1ª princesa: Graziela Brandelero

2ª princesa: Sabrina Terres

Ano: 2017

Rainha: Larissa Gabrieli Ferreira

1ª princesa: Luana Carolina Modena Felisberto

2ª princesa: Emily dos Santos Xavier

Ano: 2019

Rainha: Anelize Barreto Paulek

1ª princesa: Veridiana Voitena

2ª princesa: Jéssica Zanella

Ano: 2022

Rainha: Dhiulia Nicola

1ª princesa: Vanessa Voitena

2ª princesa: Luana Merlo Bonato