Mariópolis, PR °min °max

Vacina da gripe é prioridade para população vulnerável

A secretaria de Estado da Saúde vai estudar a ampliação de público com direito à vacina contra a gripe no Paraná somente após o término da campanha, na próxima sexta-feira (9). Até lá, têm direito à imunização crianças de seis meses a quatro anos de idade, idosos acima de 60 anos, gestantes, mulheres em pós-parto (até 45 dias), profissionais de saúde, indígenas, professores em atividade e doentes crônicos (mediante prescrição médica).

“A Secretaria da Saúde não tem doses de vacina contra a gripe em estoque. Todos os lotes recebidos do Ministério da Saúde foram distribuídos para que os municípios pudessem conduzir a imunização nas unidades de saúde. Só após o término da campanha poderemos verificar qual é estoque remanescente e estudar a ampliação de público”, disse o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini, a definição do público alvo para receber a vacina leva em conta a vulnerabilidade da população. “As pessoas que estão definidas no público alvo são as que apresentam maior risco para a influenza e, portanto, devem ser vacinadas para evitar o agravamento e mortes por gripe”, destacou.

Ainda nesta semana, a secretaria da Saúde vai reunir a comissão de infectologia para discutir a cobertura vacinal do Paraná e as estratégias de ampliação do público-alvo de acordo com o volume de vacinas disponíveis. Até esta segunda-feira (5), o Paraná vacinou 86% do público-alvo contra a gripe, com 2,6 milhões de doses aplicadas.

Fonte: http://www.saude.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=5495&tit=Vacina-da-gripe-e-prioridade-para-populacao-vulneravel
Mariópolis

No município de Mariópolis a vacinação segue até o dia 09, com o mesmo  publico alvo desta campanha. Dentro desse público tem um total de 1.351 pessoas, onde 1.245 já tomaram a vacina, portanto Mariópolis já atingiu 92,15% da meta de vacinas.

Segundo a Auxiliar de Enfermagem Ana Paulina, responsável pelas vacinas do município, “a porcentagem atingida até agora já foi enviada para a 7º Regional de Saúde e após o dia 9 vamos aguardar a resposta da Secretaria Estadual de Saúde, para assim, divulgar se haverá mais alguma prorrogação ou se foi definido outro público alvo para receber o restante das vacinas”.