Mariópolis, PR °min °max

Município de Mariópolis e COHAPAR entregam 37 unidades habitacionais no Conjunto Residencial Mariópolis II

 

Na quinta-feira, dia 12, a emoção e a alegria tomaram conta de Mariópolis com a entrega das novas unidades habitacionais do Conjunto Habitacional Residencial Mariópolis II, no bairro Planalto. Foram 37 famílias contempladas, em um investimento de mais de R$ 2 milhões.

Uma obra construída na modalidade imóvel na planta – FGTS, através de uma parceria entre o Governo Federal, Governo Estadual através da Companhia de Habitação do Paraná – COHAPAR, Caixa Econômica e o Município de Mariópolis, e executadas pela Construtora Vale Sul Edificações Ltda- ME.

No ano de 2011 o Prefeito Neuri Gehllen (in memorian), com seu sonho de dar qualidade de vida aos mariopolitanos, procurou a família Novakoski, que na época era proprietária do terreno, para a aquisição do imóvel.

O empreendimento, orçado em R$ 2.779,680,46, conta com 37 unidades habitacionais. Durante todo o processo, município de Mariópolis contribuiu com a área para a construção das unidades, a terraplanagem e estruturação dos terrenos, mais de 5.300 m² de Pavimentação Poliédrica, além do apoio com equipe técnica. O conjunto também contou com a rede de água e rede seca de esgoto, que não estava inclusa no projeto, através da Sanepar.

A cerimônia de inauguração foi realizada nas dependências do conjunto, onde participaram as 37 famílias contempladas, o Prefeito Tobias Gheller, diretores dos departamentos da Prefeitura, Vereadores Municipais, o Secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega, o Diretor e Presidente da Cohapar, Jorge Lange, o Deputado Estadual Luiz Fernando Guerra, e outras autoridades.

Através da Vereadora Solange Bellan, nos próximos dias será formalizada por lei, o nome conjunto, que se chamará “Conjunto Habitacional Residencial Anna Novakoski”.

A homenageada

A família de Edmundo e Anna Novakoski veio residir em Mariópolis há mais de 63 anos. A fam;iia foi pioneira no Bairro Planalto, onde residiram por 54 anos e criaram suas 4 filhas. Uma família atuante na sociedade, católicos, participaram da diretoria da Igreja Matriz, do sindicato dos trabalhadores rurais, Legião de Maria, entre outros.  Dona Anna (in memoriam) foi uma mulher muito trabalhadora, um grande exemplo a ser seguido.